Marcadores

#CONTRAOAUMENTO A COLONIZAÇÃO DA AMÉRICA A Era Vargas A FINICIA A GUERRA FRIA A Mesopotâmia A PALESTINA-HEBREUS E OS PERSAS A Primeira Guerra Mundial A Pré-História A REFORMA E A CONTRA REFORMA A República Brasileira A República Velha A REVOLUÇÃO RUSSA A Segunda Guerra Mundial ABOLIÇÃO DA ESCRAVIDÃO NO BRASIL ABSOLUTISMO ADMINISTRAÇÃO COLONIAL DO BRASIL AS CRUZADAS AS ERAS DO JAPÃO AS GRANDES NAVEGAÇÕES AS IDEIAS POLÍTICAS E O MOVIMENTO OPERÁRIO AS PRIMEIRAS CIVILIZAÇÕES Criacionismo x Evolucionismo CRISE DE 29 Egito Antigo ESQUEMA IDADE MÉDIA E FEUDALISMO EXERCCICIOS REVOLUÇÃO AMERICANA EXERCICIOS 2 GUERRA MUNDIAL EXERCICIOS GRANDES NAVEGAÇÕES EXERCICIOS HEBREUS EXERCICIOS I GUERRA EXERCICIOS ILUMINISMO EXERCICIOS INDEPENDENCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA EXERCICIOS PERIODO POPULISTA EXERCICIOS PRIMEIRO REINADO E PERIODO REGENCIAL EXERCICIOS REFORMAS RELIGIOSAS EXERCICIOS REGIMES TOTALITARIOS EXERCICIOS REVOLUÇÃO FRANCESA EXERCICIOS REVOLUÇÃO RUSSA EXERCICIOS SEGUNDO REINADO EXERCÍCIOS FEUDALISMO E REINO BÁRBAROS EXERCÍCIOS IDADE MODERNA E ILUMINISMO EXERCÍCIOS INÍCIO DO SÉCULO XXX E A REPÚBLICA VELHA FENICIOS E PERSAS FEUDALISMO FIM DO II REINADO GRÉCIA ANTIGA ILUMINISMO IMPERIALISMO DOS EUA DO SEC.XIX IMPÉRIO BIZANTINO INDEPENDÊNCIA DO BRASIL INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS INDIGNADOS INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS HISTORICOS MAPA MENTAL SOCIEDADE FEUDAL MARCHINHA DA CATRACA O IMPÉRIO ISLÂMICO O JAPÃO O REINO FRANCO OS PERIODOS DA HISTÓRIA DO BRASIL PRIMEIRO REINADO E PERIODO REGENCIAL REFORMAS RELIGIOSAS REGIMES TOTALITÁRIOS RENASCIMENTO COMERCIAL Renascimento Cultural RESUMO - A REPUBLICA VELHA Revisão: Iluminismo e Independência dos E.U.A Revoltas Nativstas Revoltas Separatistas REVOLUÇÃO RUSSA REVOLUÇÕES INGLESAS ROMA ANTIGA SEGUNDO REINADO TITÃS TRABALHO REVOLUÇÃO FRANCESA 8 ANO EIMCL VIDEO IMPERIALISTA DOS EUA VIDEO AULA: O IMPERIALISMO SO SECULO XIX VIDEO BRASIL ATUAL VIDEO PRÉ-HISTÓRIA VIDEO REVOLTAS SEPARATISTAS VÍDEO GRÉCIA ANTIGA VÍDEO PRÉ-HISTÓRIA BRASIL PIAUI SERRA DA CAPIVARA

quarta-feira, 20 de abril de 2011

EXERCICIOS ILUMINISMO

01. "Os filósofos adulam os monarcas e os monarcas adulam os filósofos." Assim se referia o historiador Jean Touchard à forma de Estado europeu que floresceu na segunda metade do século XVIII. Os "reis filósofos", temendo revoluções, introduziram reformas inspiradas nos ideais iluministas.
Estas observações se aplicam:
a) às monarquias constitucionais;

b) ao despotismo esclarecido;

c) às monarquias parlamentares;

d) ao regime social-democrático;

e) aos principados ítalo-germânicos.
02. (CESGRANRIO) Os déspotas esclarecidos procuravam modificar os métodos e objetivos de ação do Estado.

Em geral, apresentavam-se apenas como "os primeiros servidores do próprio Estado".
Entre as manifestações do despotismo esclarecido, pode-se incluir:
a) a adoção da fraseologia dos filósofos iluministas para a modernização de seus respectivos Estados;

b) seu sucesso em países onde a burguesia era muito forte e atuante;

c) a durabilidade e coerência de suas reformas implantadas nos países da Europa Ocidental;

d) a adaptação de princípios novos a Estados com condições socioeconômicos e políticas bastante avançadas;

e) a destruição da religião revelada e da autoridade da Igreja através de precoces idéias de materialismo

histórico.
03.

"Movimento intelectual, portador de uma visão unitária do mundo e do homem, o iluminismo, apesar das diversidades de leituras que lhe são contemporâneas, conseguiu uma grande mudança quanto à racionalidade do mundo e do homem." (Francisco FALCON, Iluminismo)
O movimento iluminista do século XVIII representou uma:
a) crítica ao mecanicismo, fundamental nos dogmas do pensamento religioso católico;

b) justificativa da dominação do homem pelo homem, representada nas práticas escravistas;

c) defesa da teocracia pontifícia, frente aos abusos cometidos pela monarquia absoluta;

d) afirmação das idéias de progresso e de Natureza, o que permitiu o avanço do conhecimento racional;

e) subordinação ideológica do poder político civil às práticas e doutrinas da Igreja contra-reformista.
04. Representava o pensamento das camadas populares, ao afirmar que a fonte do poder era o próprio

povo. Em seu livro Discurso sobre a origem da desigualdade entre os homens, afirma que "o primeiro que concebeu a idéia de cercar uma parcela de terra e dizer 'isto é meu', e que encontrou gente suficientemente ingênua que lhe desse crédito, esse foi o autêntico fundador da sociedade civil. De quantos delitos, guerras, assassínios, desgraças e horrores teria livrado o gênero humano aquele que, arrancando as estacas e enchendo os sulcos divisórios, gritasse: 'cuidado, não deis crédito a esse trapaceiro, perecereis se esquecerdes que a terra pertence a todos'."
A que filósofo iluminista refere-se o texto?
a) Voltaire

b) Montesquieu

c) Rousseau

d) Denis Diderot

e) Jean d'Alembert
05. Sobre o despotismo esclarecido, é correto afirmar que:
a) foi um fenômeno comum a todas as monarquias européias, tendo por característica a utilização dos princípios

do iluminismo;
b) os déspotas esclarecidos foram os responsáveis pela sustentação e difusão das idéias iluministas elaboradas pelos filósofos da época;
c) foi uma tentativa bem-intencionada, embora fracassada, das monarquias européias no sentido de reformar

estruturalmente seus Estados;
d) foram os burgueses europeus que convenceram os reis a adotar o programa de modernização proposto

pelos filósofos iluministas;
e) foi uma tentativa mais ou menos bem-sucedida, de algumas monarquias reformarem, sem alterá-las, as

estruturas vigentes.
06.

"Os fenômenos econômicos (...) processaram-se livre e independentemente de qualquer coação exterior, segundo uma ordem imposta pela Natureza e regida por leis naturais. Cumpre, pois, conhecer essas leis naturais e deixá-las atuar." (Paul HUGON, Histórias das Doutrinas Econômicas)
O trecho acima sintetiza o pensamento econômico dos:
a) fisiocratas

b) mercantilistas

c) marxistas

d) keynesianos

e) marginalistas

07. As críticas ao Antigo Regime, efetuadas principalmente pelos filósofos e economistas, deram origem a um importante movimento intelectual conhecido como iluminismo. Esses pensadores:

a) defendiam o intervencionismo estatal na área econômica;

b) rejeitavam as leis naturais por serem irracionais;

c) apoiavam o Estado absolutista e o princípio estamental de organização social;

d) pregavam o respeito às liberdades individuais e a defesa da propriedade;

e) repudiavam a extinção do monopólio metropolitano.
08. "A fim de que seja possível abusar de seus poderes, o Estado deve ser organizado de tal modo que

cada um possa refrear a força do outro." Esta frase de Montesquieu manifesta:
a) a submissão dos demais poderes do Executivo;

b) a superioridade do Legislativo sobre o Executivo;

c) que o poder absoluto do governante não pode sofrer limitações;

d) que a tripartição de poderes leva ao equilíbrio e à harmonia do Estado;

e) a importância da organização militar para que seu país possa dominar o outro.
09. "É proibido matar e, portanto, todos os assassinos são punidos, a não ser que o façam em larga escala e ao som de trombetas." O autor desta frase é Voltaire, sempre lembrado por seu discurso irreverente, sarcástico e pela atualidade de suas idéias, embora tenha participado de um movimento intelectual do século XVIII, o iluminismo, que propunha:
a) a defesa das idéias absolutistas e o controle da liberdade de expressão dos cidadãos;

b) a eliminação de qualquer tipo de propriedade privada e a estabilização da economia;

c) a valorização dos privilégios de nascimento e a crítica aos ideais burgueses de participação política;

d) a defesa dos direitos individuais e o fim das práticas centralizadoras;

e) a defesa de reformas apenas no plano cultural e a manutenção dos valores do Antigo Regime nos níveis

político e econômico.
10. (CESGRANRIO) Assinale a alternativa incorreta:
Ao criticar o mercantilismo, os fisiocratas visavam:


a) eliminar o mercantilismo do Estado na vida econômica;

b) abolir os monopólios e privilégios;

c) permitir a livre circulação monetária;

d) desenvolver as colônias;

e) dar ênfase à agricultura como principal setor da atividade econômica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário