Marcadores

#CONTRAOAUMENTO A COLONIZAÇÃO DA AMÉRICA A Era Vargas A FINICIA A GUERRA FRIA A Mesopotâmia A PALESTINA-HEBREUS E OS PERSAS A Pré-História A Primeira Guerra Mundial A REFORMA E A CONTRA REFORMA A República Brasileira A República Velha A REVOLUÇÃO RUSSA A Segunda Guerra Mundial ABOLIÇÃO DA ESCRAVIDÃO NO BRASIL ABSOLUTISMO ADMINISTRAÇÃO COLONIAL DO BRASIL AS CRUZADAS AS ERAS DO JAPÃO AS GRANDES NAVEGAÇÕES AS IDEIAS POLÍTICAS E O MOVIMENTO OPERÁRIO AS PRIMEIRAS CIVILIZAÇÕES Criacionismo x Evolucionismo CRISE DE 29 Egito Antigo ESQUEMA IDADE MÉDIA E FEUDALISMO EXERCCICIOS REVOLUÇÃO AMERICANA EXERCICIOS 2 GUERRA MUNDIAL EXERCÍCIOS FEUDALISMO E REINO BÁRBAROS EXERCICIOS GRANDES NAVEGAÇÕES EXERCICIOS HEBREUS EXERCICIOS I GUERRA EXERCÍCIOS IDADE MODERNA E ILUMINISMO EXERCICIOS ILUMINISMO EXERCICIOS INDEPENDENCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA EXERCÍCIOS INÍCIO DO SÉCULO XXX E A REPÚBLICA VELHA EXERCICIOS PERIODO POPULISTA EXERCICIOS PRIMEIRO REINADO E PERIODO REGENCIAL EXERCICIOS REFORMAS RELIGIOSAS EXERCICIOS REGIMES TOTALITARIOS EXERCICIOS REVOLUÇÃO FRANCESA EXERCICIOS REVOLUÇÃO RUSSA EXERCICIOS SEGUNDO REINADO FENICIOS E PERSAS FEUDALISMO FIM DO II REINADO GRÉCIA ANTIGA ILUMINISMO IMPERIALISMO DOS EUA DO SEC.XIX IMPÉRIO BIZANTINO INDEPENDÊNCIA DO BRASIL INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS INDIGNADOS INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS HISTORICOS MAPA MENTAL SOCIEDADE FEUDAL MARCHINHA DA CATRACA O IMPÉRIO ISLÂMICO O JAPÃO O REINO FRANCO OS PERIODOS DA HISTÓRIA DO BRASIL PRIMEIRO REINADO E PERIODO REGENCIAL REFORMAS RELIGIOSAS REGIMES TOTALITÁRIOS RENASCIMENTO COMERCIAL Renascimento Cultural RESUMO - A REPUBLICA VELHA Revisão: Iluminismo e Independência dos E.U.A Revoltas Nativstas Revoltas Separatistas REVOLUÇÃO RUSSA REVOLUÇÕES INGLESAS ROMA ANTIGA SEGUNDO REINADO TITÃS TRABALHO REVOLUÇÃO FRANCESA 8 ANO EIMCL VIDEO IMPERIALISTA DOS EUA VIDEO AULA: O IMPERIALISMO SO SECULO XIX VIDEO BRASIL ATUAL VÍDEO GRÉCIA ANTIGA VIDEO PRÉ-HISTÓRIA VÍDEO PRÉ-HISTÓRIA BRASIL PIAUI SERRA DA CAPIVARA VIDEO REVOLTAS SEPARATISTAS

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

EXERCICIOS O INICIO DO SÉCULO XX E A REPÚBLICA NO BRASIL


1. Os historiadores encontram diversas dificuldades para analisar a história do século XX, especialmente as últimas décadas. Ainda assim, é possível ter uma compreensão inicial desse período, identificando algumas de suas principais características. Elabore um texto destacando pelo menos quatro características marcantes do século XX.

2. No caso brasileiro, a passagem do século XIX para o XX coincidiu com o período em que o país vivia o processo de consolidação de um novo regime político – o republicano. Sobre esse tema, responda:

a) Quais eram os três projetos republicanos que existiam na época da Proclamação da República?

b) Identifique os principais pontos da Constituição de 1891 que demonstram como ela, ao mesmo tempo, instaurava uma nova ordem, mas garantia que a política continuasse restrita à elite.

3. Quais das afirmações a seguir estão corretas?

a) Governo Provisório é o nome que se dá ao período em que se esperava a escolha de um presidente após a deposição da monarquia.

b) Podemos caracterizar o governo de Deodoro da Fonseca como um período de instabilidades políticas. O fechamento do Congresso, do qual resultou o levante da Marinha, acabou forçando a renúncia do presidente.

c) Floriano Peixoto é chamado de “consolidador da República” porque contava com apoio das elites
e de vários setores populares. Entretanto ele também enfrentou forte oposição de setores militares, que contestavam a legalidade de seu governo.

d) Dentre as determinações da Constituição de 1891 estavam a separação dos poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) e a autonomia administrativa dos estados, embora os governadores fossem escolhidos pelo presidente da República.

e) Afonso Pena e Nilo Peçanha preocuparam-se em ampliar a ocupação do território brasileiro e para isso adotaram uma política de extermínio das tribos indígenas.

4. Os historiadores caracterizam o primeiro período republicano, entre 1889 e 1930, de República Oligárquica, pois eram as oligarquias estaduais que controlavam o poder. Sobre o assunto, explique o que era:

a) o voto de cabresto

b) a política dos governadores

c) o acordo café com leite

5. Observe a imagem a seguir e depois responda à questão.


Coleção particular
Esta litografia de Angelo Agostini retrata
Floriano Peixoto sobre um cenário da
Guerra do Paraguai. Foi publicada na revista
D. Quixote em 29 de junho de 1895.

• Com base na observação da litografia, como você descreveria o marechal Floriano Peixoto?

© Editora Scipione – Projeto Radix – História 9.º ano – Módulo 1

EXERCÍCIOS FINAL DA IDADE MODERNA E O ILUMINISMO


1. Qual foi o fato histórico escolhido pelos historiadores franceses para estabelecer o marco temporal  da História Contemporânea? Qual seu significado?

2. Cite fatos que ocorreram na sociedade europeia e que acabaram influenciando cada vez mais a grande crise do final da Idade Média.

3. A Idade Moderna foi marcada por grandes mudanças em relação à Idade Média, embora também tenha se caracterizado pela permanência de alguns traços marcantes daquele período, como a manutenção de muitos privilégios por parte da nobreza. Por isso, pode-se dizer que a Idade Moderna foi uma época de conflitos e contradições.

a) Aponte duas importantes mudanças ocorridas na Europa durante a Idade Moderna.

b) Aponte uma contradição do Antigo Regime e explique-a.

4. Leia atentamente o texto abaixo:

A busca do conhecimento
O convite dos livreiros Briasson, Durante e David para que o filósofo Diderot traduzisse a Cyclopaedia inglesa foi o ponto de partida para a produção da Enciclopédia, uma obra inteiramente nova, que sintetiza o pensamento do chamado Século das Luzes. Com a ajuda do matemático D’Alembert, Diderot trabalhou incansavelmente, e os três primeiros volumes apareceram em 1753, com grande sucesso.
Além de receber insignificante recompensa financeira, Diderot ainda teve que suportar as pressões e censuras da Igreja e do Estado – o qual, em 1759, chegou a proibir a circulação da Enciclopédia. Mas, com persistência, continuou seu trabalho e, em 1772, os 36 volumes da Enciclopédia estavam publicados. Para a realização dessa obra contribuíram grandes pensadores da época, como Rousseau, Voltaire, Montesquieu, Turgot, Holbach e mais uma centena de estudiosos de diversas áreas do conhecimento. As atividades dos filósofos ganharam assim maior divulgação, o que tornou mais evidentes
seus confrontos com o passado.

REZENDE, Antonio Paulo; DIDIER, Maria Thereza. Rumos da História. São Paulo: Atual, 2001. p. 279-80.


a) Resuma as principais ideias de Voltaire e Montesquieu, dois autores da Enciclopédia.

b) Rousseau é considerado um pensador radical entre os iluministas. Por quê?

c) Por que a Igreja combatia os iluministas?

d) A circulação das ideias iluministas foi bastante ampla, influenciando até monarcas. Quais foram as consequências dessas influências?

5. Também no plano econômico as ideias iluministas estiveram presentes.

a) O que pensavam os chamados fisiocratas?

b) O que defendiam os adeptos do liberalismo econômico?

c) Associe as ideias liberais com a campanha para a independência dos Estados Unidos.

6. A independência das 13 colônias inglesas é considerada o primeiro grande desdobramento da difusão das ideias iluministas. Após alcançar a independência, os norte-americanos apoiaram-se nas ideias de Voltaire, Locke e Montesquieu para formar o novo país. Explique que ideias eram essas e como elas se refletiram na organização daquele país.


© Editora Scipione – Projeto Radix – História 8.º ano – Módulo 1

EXERCÍCIOS FEUDALISMO E REINO BÁRBAROS


1. Dizemos que a sociedade feudal era estamental.
a) O que isso significa?

b) Como era a organização da sociedade feudal?

2. Explique as relações de suserania e vassalagem que existiam entre os senhores feudais.

3. É possível identificar diversos traços das sociedades “bárbaras” na organização social feudal. Cite três contribuições dos povos “bárbaros” para a formação do feudalismo.

4. O que os historiadores denominam renascimento cultural carolíngio?

5. Os servos pagavam aos senhores vários tributos como forma de remunerar a proteção que recebiam e a terra em que viviam. Cite e explique os principais tributos pagos por eles.

6. Leia o texto a seguir e responda às questões que o seguem:

A oportunidade viking

Conta a lenda que, pouco antes de morrer, Carlos Magno chorou de tristeza ao ver de uma janela as velas vikings no horizonte. “Se se atrevem a aproximar-se assim agora, o que não farão quando eu morrer”, teria dito ele. Lenda ou não, estava certo. Depois de sua morte, o Império [Carolíngio] começou a se desintegrar, imerso em guerras internas, que deixaram os francos desprotegidos diante da ameaça externa.
A Europa inteira se agitava: ao norte os escandinavos, ao sul os muçulmanos e no leste os magiares e húngaros realizavam invasões. Era o momento propício para que os vikings explorassem suas qualidades como marinheiros e o poder de seus barcos.

Adap.: CONQUISTADORES del mar. REVISTA HISTORIA Y VIDA. Espanha: Mundo Revistas, n. 425. p. 52.


a) O que ocorreu com o Império Carolíngio após a morte de Carlos Magno?

b) Explique a frase “era o momento propício para que os vikings explorassem suas qualidades de marinheiros e o poder de seus barcos”.

c) Quais as consequências das invasões dos vikings e dos magiares?

© Editora Scipione – Projeto Radix – História 7.º ano – Módulo 1

MAPA SOCIEDADE FEUDAL


domingo, 12 de fevereiro de 2012

ESQUEMA IDADE MÉDIA E FEUDALISMO


FEUDALISMO
  • INVASÕES BÁRBARAS
    • GERMANICOS
    • HUNOS
    • REINOS
      • REINO  VISIGODO
      • REINO FRANCO
        • FUNDADO POR CLÓVIS
        • DINASTIAS
          • MEROVÍNGIA
            • REIS INDOLENTES
            • PREFEITOS DO PALÁCIO
          • CAROLÍONGIA
            • INICIADA POR PEPINO, O BREVE
            • CARLOS MAGNO
            • RENASCIMENTO CULTURAL
      • REINO VANDALO
    • FRAGMENTAÇÃO POLÍTICA
  • RELIGIÃO
    • CRISTIANISMO
    • FORTE INFLUÊNCIA SOCIAL
    • CONTROLE CULTURAL
  • ECONOMIA
    • SUBSISTÊNCIA
    • AGRICULTURA
    • PECUÁRIA
    • ARTESANATO
    • POUCO FLUXO DE MOEDAS - CÂMBIO
    • PEQUENAS FEIRAS / MERCADOS
  • SOCIEDADE
    • IMOBILIDADE
    • CLERICAL
    • HIERARQUIZADA
    • ESTAMENTAL / ORDENS
      • CLERO
        • REGULAR
        • SECULAR
      • NOBREZA
        • SENHORES FEUDAIS
        • CAVALEIROS
        • A VASSALAGEM
          • SUSERANO DOA O FEUDO
          • VASSALO RECEBE O FEUDO
          • OCORRE LAÇOS DE OBRIGAÇÕES MÚTUAS
      • SERVOS
        • SERVO DA TERRA
          • PAGAMENTO de TAXAS / IMPOSTOS
            • CORVÉIA
            • TALHA
            • BANALIDADE
            • CAPITAÇÃO
            • TOSTÃO DE PEDRO
            • MÃO MORTA
          • PRESOS À TERRA
        • SERVO VILÃO: TRABALHADORES LIVRES

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

MARCHINHA DA CATRACA

Valeu, Professor Daniel Solon.

Nesse carnaval vamos para a folia e protestar #contraoaumento da passagem de ônibus em Teresina e por uma verdadeira integração do transporte público.  
Realmente temos em Teresina uma passagem muito cara e um sistema de transporte precário e caótico que não atende as necessidades da Juventude e da classe trabalhadora. E, sem dúvida "Mãos ao alto R$: 2,10 é um assalto".

veja a letra  e o vídeo:

  Marchinha da Catraca

video
(Letra: Daniel Solon/Fernando Solon; Música/vocal: Fernando Solon)


Prefeito e patrão fizeram a 'entregação':
“Transporte tá mais caro,
Se chiar é camburão”

Eu que já tava quebrado
Fui pra manifestação
E o sol nasceu quadrado
Depois da repressão

Seu “polícia”, faça isso não!
Crime é o aumento
Da passagem do buzão!
Nesse preço eu não aguento
Assim acabo andando de jumento

Na luta e na folia
A massa indignada
Continua a caminhada
Seja na Frei Serafim
Seja na Ponte Estaiada

Vamos juntos, Teresina
Fazer essa frente em cada esquina
Quero ouvir, em coro, esse brado:

"Mãos ao alto, R$ 2,10 é um assalto".  

ESQUEMA : ESTUDOS HISTÓRICOS


HISTÓRIA
  • DIVISÃO
    • PRÉ-HISTÓRIA
    • ANTIGUIDADE
      • ANTIGUIDADE ORIENTAL
      • ANTIGUIDADE CLÁSSICA
    • IDADE MÉDIA
    • IDADE MODERNA
    • IDADE CONTEMPORÂNEA
  • COMO ESTUDAR
    • FATO HISTÓRICO
    • FONTES HISTÓRICAS
      • NÃO ESCRITAS
        • VESTIGIOS ARQUEOLOGICOS
        • ICONOGRÁFICAS
        • VESTUÁRIOS
        • SONORAS
        • ORAIS
      • ESCRITAS
        • LIVROS
        • REVISTAS
        • JORNAIS
        • CARTAS
  • HISTORIADOR
    • ESTUDIOSO DA HISTÓRIA
  • TEMPO HISTÓRICO
    • TEMPO DOS ACONTECIMENTOS MARCANTES DA HISTÓRIA HUMANA
    • A CONTAGEM DO TEMPO
      • CALENDÁRIOS
        • LUNAR
        • SOLAR
      • RELÓGIOS
        • HORAS
        • MINUTOS
        • SEGUNDOS
      • DIVISÃO DO TEMPO
        • MILÊNIOS
        • SECÚLOS
        • DECADAS
        • ANOS
        • MESES
        • QUINZENAS
        • SEMANAS
        • DIAS

EXERCÍCIOS INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS HISTÓRICOS E PRÉ-HISTÓRIA


1. Explique a frase: “Embora o planeta Terra e tudo o que existe nele (as plantas, os animais, o clima) tenham uma história, somente os homens fazem sua história”.

2. Por que dizemos que a passagem do tempo é algo natural, mas as maneiras de perceber e contar o tempo são culturais?

3. Os anos 699, 700 e 701 pertencem ao mesmo século? Por quê?

4. No futuro, quando os historiadores estiverem estudando a história do nosso tempo, eles poderão consultar diversas fontes históricas. Cite cinco fontes que eles poderão usar.

5. Leia o texto e responda às questões abaixo:

Num livro didático dos anos 1960, encontramos as seguintes afirmações:

Antes que se formassem os povos, isto é, antes da história (Antiguidade), os homens viviam tão atrasados que não possuíam escrita; [...] Quando o homem primitivo passou a polir a pedra, já possuía certo adiantamento [...]

HERMIDA, Antônio José Borges. História Geral. São Paulo: Nacional, 1961. p. 15 e 17.

a) Segundo o autor, quando foi que a história começou?

b) Quais foram os adjetivos utilizados pelo autor para qualificar nossos ancestrais? A que períodos da Pré-história esses adjetivos se referem?

c) Você concorda com o autor do texto em relação à questão 1? E em relação à questão 2? Justifique sua resposta.

6. Os homens que viviam no período Neolítico tinham um modo de vida bastante diferente daquele dos seus antepassados do Paleolítico. Explique as principais mudanças ocorridas no período Neolítico.

7. As sociedades sofrem transformações no decorrer do tempo. Dê dois exemplos dessas transformações, comparando a Pré-história com a sociedade atual.

8. Explique por que durante a Pré-história, principalmente no período Paleolítico, os grupos humanos
eram nômades.